Início / Últimas Notícias / Morto há 3 meses, George Michael ainda não foi enterrado; entenda como isso é possível

Morto há 3 meses, George Michael ainda não foi enterrado; entenda como isso é possível

george_michael

Setenta dias após sua morte, o cantor George Michael ainda não foi enterrado. A demora é porque os laudos iniciais sobre a causa da morte foram inconclusivos e novos exames foram pedidos. O resultado foi divulgado nesta terça (7).
O astro pop morreu de causas naturais e agora poderá ser sepultado. Mas como um corpo pode ficar preservado durante todo esse tempo? Isso é posível devido a uma técnica chamada de tanatopraxia. Elas teriam surgido durante a Guerra Civil Americana (1861-1865), quando as tropas precisavam enviar os corpos de oficiais mortos nas batalhas de volta para suas famílias. É uma forma moderna de embalsamar os cadáveres.
Como isso acontece? O sistema circulatório sanguíneo da pessoa morta é utilizado para a injeção de substâncias químicas. Assim, o sangue é retirado e substituído por uma composição capaz de preservar os tecidos. Geralmente a fórmula é composta por aldeídos – e o formaldeído (popularmente chamado de formol) é um dos mais utilizados, em concentrações que variam a cada caso.
Após o procedimento, também realizado quando o funeral será em uma cidade diferente de onde a morte ocorreu, o corpo é mantido conservado por até 40 dias em clima ambiente.
Fonte: Uol

Confira também

Whinderson Nunes é diagnosticado com gordura no fígado

O youtuber Whindersson Nunes usou sua conta no Instagram neste domingo (10) para alertar os ...

ED SHEERAN NÃO PODERÁ CONSTRUIR CAPELA LUXUOSA EM SUA CASA

Ed Sheeran terá que abandonar seus planos de construir em uma de suas propriedades em ...

GUSTTAVO LIMA E CÉSAR MENOTTI & FABIANO ABREM RESTAURANTE

Na última terça-feira (22), Gusttavo Lima e a dupla César Menotti e Fabiano pré-inaguraram seu ...

Will Smith é escolhido para cantar música oficial da Copa

Will Smith foi escolhido pela FIFA para interpretar a música tema oficial da Copa do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *