Início / Júnior / Unidos pela tecnologia: Conheça o anel que impede que seu companheiro assista séries sem você

Unidos pela tecnologia: Conheça o anel que impede que seu companheiro assista séries sem você

anel-Cornetto2
Começar a assistir a uma série de televisão com o namorado ou a namorada e a pessoa seguir devorando os episódios sem a sua companhia é de tirar muitas pessoas do sério. Pensando nesse tipo de conflito, a Cornetto criou um anel tecnológico que bloqueia o acesso ao conteúdo quando o casal não estiver junto. Ou seja: somente será possível assistir ao novo episódio da sua série favorita quando os dois anéis estiverem fisicamente próximos um ao outro. Esse anel de compromisso do século XXI é conectado ao aplicativo Series Commitment, que será lançado em breve para Android e iOS. Funciona assim: o casal decide quais séries deseja assistir somente quando estiverem juntos, e o app se conecta às contas de streaming (como Netflix, por exemplo) do casal, permitindo o acesso somente quando um anel estiver próximo ao outro. E o app fica sabendo quando o casal está de fato juntinho graças à tecnologia NFC, que permite a troca de dados através da aproximação entre dispositivos.

Os interessados já podem se inscrever no site do aplicativo para terem acesso à novidade assim que ela for lançada, mesmo que a Cornetto ainda não tenha anunciado uma data oficial para isso, tampouco quanto cobrará pelo serviço.
Fonte: Canaltech

Confira também

Russo põe filho bebê em risco em troca de ‘likes’

Um homem identificado como Roman R postou na web vídeos em que aparece pondo o seu ...

Agora um quarteto, Fifth Harmony volta ao Brasil em outubro

Pouco mais de um ano depois da turnê que causou histeria e acampamentos improvisados na ...

‘Meu malvado favorito’ se torna a franquia de animação com maior bilheteria da história

A sequência de “Meu malvado favorito” desbancou “Shrek” e se tornou a franquia de animação ...

Estudo sugere que videogames podem provocar danos ao cérebro

Jogar videogame é um dos passatempos preferidos de crianças e adolescentes, mas o hábito pode provocar ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *